sábado, 14 de agosto de 2010

UNTIL THE END

Por muitas vezes desvio o olhar entortando o sorriso e esqueço que ao meu lado está tudo o que eu preciso... Fato que muitas vezes sinto vontade de partir, mas ao ver um ombro amigo não penso duas vezes ao desistir.

Meus motivos ainda sei, minhas vontades eu hei de cumprir. Junto a mim muitos carrego e se precisar fecho os olhos no fim. As marcas da vida não somem enfim e me lembram do que já não dava por mim.

Um comentário:

  1. Hummm, a menina é poeta tbm! Quantas surpresas! hehe... Bjos do Caê

    ResponderExcluir